Better Call Saul

Better Call Saul | Review da 2ª temporada

Jimmy com mais cara de Saul, Chuck sendo um verdadeira FDP e Mike sendo o Mike.

 

A segunda temporada de Better Call Saul trouxe de volta nossos personagens prediletos. Lembrando o
final da última temporada, Jimmy foi visitar Marco, seu antigo amigo e parceiro de “trambiques”.
No episódio, Marco morre e Jimmy promete não deixar morrer a “malandragem” que ambos sempre
praticaram, dessa maneira começa a nascer o novo Jimmy, sem vergonha de fazer o que for preciso
pra chegar ao sucesso. Agora vamos para os principais pontos da temporada.

 

 

Vamos começar pelo personagem principal

 

Jimmy começa a temporada destinado a continuar o legado de malandro que praticava com seu amigo,
então começa a tentar pregar peças em pessoas e conta com a ajuda de Kim para isso. Nota-se que
ambos tem muita sintonia e que conseguem trabalhar muito bem juntos. Jimmy então decide focar
todos seus esforços tentando conseguir cada vez mais pessoas para processar o lar de aposentados,
utilizando os mais variados meios para isso. Esse cliente grande que Jimmy consegue acaba
ajudando-o a conseguir um ótimo emprego em um escritório de advocacia, chamado Davis & Main. Jimmy
começa então a viver o sonho de todo advogado, consegue um ótimo escritório que lhe fornece um
carro novo, um apartamento novo, entre outras vantagens. Aparentemente, Jimmy não precisava de
mais nada, mas aí começam os problemas. A empresa Davis & Main não concorda com o comercial criado
por Jimmy, que áleas trouxe muitos clientes para o escritório, e começam a “podar” o advogado
espertão. Colocam uma assistente para ficar atrás dele e enchendo o saco dele, fazendo com que ele
ande na linha. Claro que isso não iria durar muito e Jimmy dá um jeito de ser demitido. Então,
Jimmy resolve propor a Kim de abrir um escritório, apenas os dois, trabalhando do jeito que sabem
trabalhar e assim o fazem.

 

Kim é o oposto de Jimmy

 

Durante a série Kim e Jimmy começam a ter um relacionamento e isso se desenvolve durante a 2ª
temporada. Mas uma coisa que pude notar é que Kim e Jimmy são totalmente opostos, não só pela
personalidade, mas na vida. Sempre que Kim está indo bem, na carreira ou na vida, Jimmy vai mau e
vice-versa. Podemos tomar como exemplo quando Jimmy entra para a Davis & Main, neste mesmo período
Kim é rebaixada por Howard na empresa e fica algum tempo trabalhando no setor de arquivamento.
Quando as coisas começam a ficar ruins para Jimmy na Davis & Main, Kim consegue um grande cliente
chamado Mesa Verde, consegue seu cargo de volta e até recebe proposta de um outro grande
escritório. Logo podemos presumir que Kim não se dará muito bem na vida, já que Jimmy, quando se
torna Saul, começa a ter muitos clientes. Vamos ver nos próximos capítulos.

 

Chuck seu FDP

 

Na 2ª temporada vemos Chuck saindo de casa para acompanhar as reuniões da HHM com a Davis & Main
sobre o grande cliente conseguido por Jimmy. Vemos claramente que Chuck está incomodado com o
principio de sucesso de Jimmy e começa a participar das reuniões com a meta de provar que Jimmy
não é capaz de tocar um processo tão grande. Nesta 2ª temporada vemos o quanto Chuck é FDP,
ferrando com Jimmy sempre que pode. Olha isso cara, ele tem um distúrbio que o fez ficar trancado
em casa durante muito tempo, e só de pensar na possibilidade de seu irmão fazer sucesso ele teve
coragem de sair, ir até um escritório e passar por vários e vários lugares com aparelhos
elétricos, tudo em prol da humilhação de seu irmão. Claro que seu plano não deu certo e Jimmy
continuou à frente do processo. Mas o que mais provou que ele é FDP foram os últimos episódios da
temporada, onde Kim decide sair da HHM e fazer parceria com Jimmy, levando a Mesa Verde, maior
cliente conseguido por ela, para a nova parceria. Mas Chuck, após saber que Kim fez uma parceria
com Jimmy e que esta estava levando um cliente grande para o novo escritório, fez questão de
marcar uma reunião com a Mesa Verde e “roubar” o cliente de Kim. Jimmy, que ficou extremamente
chatedo com a atitude de Chuck, aproveita de um momento em que seu irmão está desacordado e frauda
os documentos da empresa, alterando seu endereço. Esse erro causa um desconforto para a Mesa
Verde, que acaba tendo a liberação de suas documentações atrasada por conta disto. Após o erro,
Mesa Verde volta correndo para Kim, mas Chuck fica inconformado e ao melhor estilo “CSI”, desvenda
todo o esquema que Jimmy fez. No entanto ninguém acredita nele e todo mundo o faz parecer que está
louco. No último episódio, após um acidente, Chuck finge uma aposentadoria, forçando Jimmy a ir
até sua casa.

Em sua casa, Chuck finge estar em depressão, se sentindo mal por ter cometido um erro daqueles e acaba fazendo com que Jimmy se sinta culpado, Jimmy então confessa todo o esquema para ele, tentando assim fazer com que ele se sinta melhor, no final, quando Jimmy sai, vemos Chuck retirando um pedaço de papel alumínio e mostrando que embaixo dele havia um gravador, gravando toda a confissão de Jimmy.

No início do episódio temos um flashback, mostrando Jimmy e Chuck em um hospital onde a mãe deles estava internada, em seus últimos suspiro a mãe deles chama por Jimmy, mostrando o que poderia ser uma preferência, levando em consideração que o filho mais levado é quem tem mais atenção, provavelmente este é o caso entre Chuck e Jimmy, onde um era o certinho, que se deu bem na vida e virou um homem de sucesso e o outro era o levado que sempre se metia em confusão. Partindo deste flashback, notamos que Chuck sentia inveja de seu irmão, por ter toda a atenção, o que leva Chuck a não querer que Jimmy tenha sucesso, já que ele teve o que Chuck mais queria que era a atenção da mãe. Mas isso não faz dele menos FDP 😀

 

Mike sendo o Mike

 

Durante a 2ª temporada temos um desenvolvimento melhor de Mike. Ele se meteu com nada mais nada
menos que Tuco Salamanca, que foi preso após espancá-lo. Após a prisão de Tuco, nos é dado de
presente a presença de três ilustres personagens:

 

Os primos


Os assassinos profissionais da família Salamanca, chamados para resolver os casos mais difíceis,
aqui aparecem para amedrontar Mike, ameaçando sua família.

 

Hector Salamanca


Lembra aquele senhor, braço direito do chefe do Cartel, que estava em uma cadeira de rodas e se
comunicava através de um sino? Pois é, agora imagina esse cara andando e falando e parecendo um
chefe da Mafia. A introdução dele foi muito foda, fantástica, um verdadeiro chefe do crime. Ele
aparece na série ameaçando Mike e pedindo para que ele mude o depoimento dele contra seu sobrinho
Tuco. Já Mike, após a ameaça dos primos, pede uma quantia em dinheiro para isso em uma das cenas
mais fodidas dos dois personagens. Aleás, essa cena me lembrou muito as cenas de tensão de
Breaking Bad.

Voltando para Mike, após estas ameaças e ter que mudar seu depoimento, o mesmo começa a seguir os
passos de Hector, atrapalhando seus negócios e tentando matá-lo. No último episódio vemos Mike se
preparando para matar Hector, mas o mesmo é impedido pela buzina de seu carro e um bilhete em seu
parabrisa escrito “Não faça isso”. Vamos esperar para ver o que rola com Mike na próxima
temporada.

A terceira temporada de Better Call Saul está com previsão de retorno para 10 de Abril.

 

E lembrem-se, a felicidade está nos olhos de quem ouve!

 

Gostou? Nos ajude deixando sua opinião
10
0

.

Deixe uma resposta