Super Bowl

Família Jackson e Super Bowl, mudando a América desde 93

Domingo teremos o “Super Bowl LI”, a final do futebol americano, jogarão Atlanta Falcons e New England Patriots, o time do marido da Gisele Bundchen, caso você não seja familiarizado com o esporte.
Sem dúvida nenhuma este é o evento esportivo mais importante dos EUA, e talvez só rivalizando com a final da Copa do Mundo de futebol como maior evento esportivo do mundo. Para se ter uma idéia de sua grandiosidade em sua última edição para fazer um anúncio de 30 segundos no intervalo do jogo era necessário desembolsar cerca de 5 milhões de dólares, afinal foi um evento visto por 111,9 milhões de pessoas só nos EUA.

Além do jogo em si um dos grandes atrativos do evento é o famoso “Half Time Show” (“Show do Intervalo”), onde sempre temos artistas renomados fazendo um show de cerca de 15 minutos de graça, o “pagamento” é realizado através da visibilidade e popularidade que a apresentação proporciona, pelo menos é o q alegam os organizadores.

Como tudo é cronometrado e cada segundo vale milhões, o processo de montagem e desmontagem dos palcos é um show a parte, veja esse vídeo do “Super Bowl XLVI” (de 2012) onde o palco para o show da Madonna é montado em aproximadamente cinco minutos.

 

 

A nova era de shows do Super Bowl

O ano era 1993, Michael Jackson foi o escolhido para o show, e não a muito mais o que dizer, só assistir…
A tradição de shows no intervalo começou na década de 80, com apresentação geralmente de bandas marciais e artistas não tão renomados, mas após esse show e sua posterior repercussão positiva, grandes nomes da música mundial começaram a se apresentar no evento, com isso o show tornou-se um espetáculo a parte, muitas pessoas não dão a mínima para o jogo mas param na frente da tv na hora do intervalo.
Alguns dos artistas que já se apresentaram após 1993: U2, Madonna, The Who, Paul McCartney, Rolling Stones, Coldplay, Kate Perry, Prince, Black Eyed Peas, Bruce Springsteen e por aí vai..

 

 

Mamilos Polêmicos

Mas como nem tudo são flores, em 2004 Justin Timberlake, Janet Jackson e outros artistas estavam lá tranquilamente fazendo seu show, quando no final (minuto 10:20) após um movimento brusco do menino Justin, o seio de Janet foi exposto por nem 5 segundos na cara de milhões de pessoas ao redor do mundo.
Principalmente para nós que vivemos no Brasil um peitinho não quer dizer nada, mas para a “tradicional família americana” gerou uma inacreditável polêmica e ações que viriam até a mudar o mundo, como por exemplo a criação de uma plataforma de vídeos na internet. Vejamos algumas curiosidades do caso que ficou conhecido como “Nipplegate”…

– suspeita de que foi proposital, eu acredito que não;
– inúmeras batalhas judiciais entre organizadores, emissoras de tv, americanos que se sentiram ofendidos (!), tudo para saber de quem era a culpa do ocorrido ( na verdade não foi culpa de ninguém);
– boicote feito por emissoras de rádio e tv a Janet Jackson (inacreditável);
– após o ocorrido todas as transmissões “ao vivo” dos EUA a partir de então sofrem um pequeno delay, para que nobres censores possam cortar qualquer imagem ou palavreado “ofensivo”…ui….vá vá vá…
– jovem é jovem em qualquer época, portanto quando o assunto bombou todo mundo foi para a internet atrás do já famoso vídeo, devido a dificuldade para encontrá-lo um rapaz de 25 anos chamado Jawed Karim percebeu que fazia falta na rede uma plataforma de compartilhamento de vídeos, então ele ajudou a co-fundar um site que talvez você já tenha escutado falar, chama-se YouTube;

 

 

Este ano o show será de Lady Gaga, com polêmica ou não o vídeo estará ao alcance de um click antes mesmo da partida acabar, obrigado Janet….

Que a força esteja conosco!

Gostou? Nos ajude deixando sua opinião
15
0

.

Deixe uma resposta